28.2.10

Uso as palavras para entender meus silêncios
=
Manoel de Barros

Nenhum comentário: