18.2.10

 
"Nada como o silêncio para sugerir
o sentido de espaço ilimitado.
Sons que dão cor ao espaço,
e conferem a ele um corpo espacial.
Mas a ausência de sons deixa o espaço puro,
e no silêncio, somos dimensionados com a
sensação de algo vasto, profundo e sem fronteiras."
 Gaston Bachelard

2 comentários:

Amapola disse...

Bom dia.
E no silêncio, encontramos muitas respostas, além da paz, por si só.

Um grande abraço.

Irene disse...

Very beautiful picture ... and poem too. Thanks for visiting my photoblog!
Irene, Norway